9 de abril de 2021

SUGALORDS... A SAGA

 Amigxs...

 Continuando a saga dos SUGARLORDS descritos no post anterior, resquicio das famílias "tradicionais" e velhos caciques da política de Pernambuco, vamos ver como eles afetam a mobilidade da cidade.  Primeiro, sugarlord que se preza, anda de carro, preferencialmente SUV.  As vezes, nem está com todo o recur$o necessário para adquirir, mas parcela.  Mora mal, vive apertado, mas ostenta no carro. E quando compra o carro, acha que compra um pedaço da rua, se acha melhor que qq um e vive fazendo as próprias regras de trânsito e circulação.  Quem já não viu que vive fazendo "roubadinhas" pegando uma contramão para evitar dar uma volta grande? Ou parando em qualquer lugar, as vezes em mão dupla, "só um instantinho", com o pisca alerta ligado? Ali está o SUGALORD em sua essência.  Sim, porque além da aristocracia falida, existem inúmeros imitadores, gente que não tem história nem tradição, mas imita direitinho. Sugarlord e muitos de seus imitadores não toleram ciclistas. Se estiver com pressa, tira fina na boa, mesmo que numa via de 3 faixas tenha bastante espaço para ele respeitar a lei. Mas que lei? A lei é ele quem faz, dane-se esse pobretão. 

A saga dos SUGALORDS continua em breve...

COMENTEM!

4 de abril de 2021

RECIFE - PARAISO DOS SUGARLORDS

Amigos...

Uma cidade governada para os "sugarlords". Mas o que é um "sugarlord"? Recife tem uma casta de pessoas herdeiras do seu passado açucareiro, industrial e político, que influenciam as decisões sobre a cidade e sua vida. Alguns, herdaram fortunas ao longo de décadas e continuam vivendo suas vidas produtivas ou não. Muitos, no entanto, são pessoas de classe média alta ligados aos antigos engenhos de açúcar e forças políticas do estado, e que continuam a passar a ideia de que ainda influenciam os destinos da cidade. E usam a cidade como se isso fosse verdade. Aqueles que realmente são capazes de influenciar alguma coisa na cidade são realmente muito poucos, porque a cidade cresceu para além da capacidade de ser influenciada por qualquer familiar de ex-donos de engenhos. Mas os de famílias historicamente ligados a cidade, os sugalords, continuam a tentar.

Esse post vem a propósito de que a cidade tem um plano cicloviário estabelecido, mas continua a pingar a solução na cidade. Nenhuma das grandes avenidas conta com cicloinfraestrutura apesar da grande quantidade de ciclistas. Mas os ônibus continuam lotados no meio da pandemia, sem alternativas.  A bicicleta é uma solução viável e barata, fato que o mundo todo está mostrando. Mas na terra dos sugarlords, nem batendo de marreta eles permitem. Tirar espaço do meu SUV (parcelado em 40x, 3 parcelas em atraso!?) NUNCA!
 
Já é hora do poder político ser representante do povo da cidade e implantar aquilo que vai ser uma grande solução para todos, CICLOVIAS EM GRANDES AVENIDAS DA CIDADE.

COMENTEM

27 de março de 2021

A BICICLETA NA PANDEMIA

 

De bike para o trabalho...

 

Amigos...

 Desde que essa pandemia do COVID-19 começou, muito se tem falado da bicicleta.  Primeiro, o aumento significativo das vendas e do uso das bicicletas em todo o mundo. Chega a faltar peças... De repente, lembraram que ela é excelente em trechos urbanos, de baixíssimo custo de aquisição e manutenção, não paga mais impostos apenas para ter uma ou circular nas cidades.  E parece que de repente, até as cidades e políticos acordaram para o fato de que o sistema de transporte público nos ônibus é um forte caminho de propagação do vírus. Em nenhum local se consegue manter distância dos outros usuários dentro do ônibus ou dos metrôs. Mesmo usando um UBER ou TÁXI, você está exposto ao motorista, que você não sabe lá quem e de que forma ele já transportou naquele dia.  A bicicleta expõe você claro aos aerossóis do caminho, gente que anda sem a máscara, aglomera e fica conversando nas ruas. Mas em geral dá para evitar essas coisas. Então, se você está precisando se locomover, considere usar a bicicleta para suas atividades ou parte delas, sempre de máscara. Senão, fique em casa, ou use a máscara. Mesmo se você estiver vacinado, ainda pode propagar o vírus.

COMENTEM...



20 de fevereiro de 2021

Rodando para reaquecer...

AMIGOS

Hoje sai para mais um rolê de treinamento. Mas terminou sendo apenas um reaquecimento de 25km em baixa velocidade. Isso porque essa semana matei a academia e as caminhadas. Só fiz Pilates seg,ter,qua. Nos dias de andar e pegar pesado, surgiram outros programas e não consegui tocar minhas atividades. Que seja um alerta, porque não posso ficar sem atividade, sob pena de baixar imunidade e arriscar o COVID. Olha o que deu pra fazer, no Strava!

Rodando para Reaquecer no Strava!

9 de fevereiro de 2021

ALÉM DA CICLOFAIXA DE LAZER

 


Amigos...

A Prefeitura do Recife criou um esquema de lazer que tem seus pontos altos e baixos.  É a CICLOFAIXA DE TURISMO E LAZER que rola aos domingos e feriados nacionais em seus vários braços. Um estrutura temporária que tem sua utilidade e seus problemas.  

Por um lado, oferece ao público uma forma de lazer barata e relativamente segura, através da bicicleta.  Ao conectar vários bairros da Zona Sul, Norte e Oeste ao Marco Zero, ela oferece uma variedade de possibilidades, que vem aumentando a medida que a Prefeitura vai implantando ciclofaixas fixas em outras ruas da cidade. Hoje é possível criar rotas relativamente seguras passando por vários bairros, desde que seja nos domingos e feriados.

Por outro lado, inegável que apesar de haver aumentado o número de ciclistas na cidade, foi com o aparecimento dessa iniciativa que os grandes grupos de ciclistas da cidade foram sendo fragmentados. Hoje, existem ainda alguns, mas estão longe dos grupos com até 600 pessoas que pedalavam nas noites do Recife.

Além disso, estimulou uma dependência dos usuários, que ficam limitados a pedalar só onde tem a ciclofaixa de lazer, até mesmo em domingos e feriados em que ela não é disponibilizada, como nos dias do ENEM.  Muitos ciclistas domingueiros ficam tão ligados a ciclofaixa que não percebem as integrações com as ciclofaixas fixas que permitem percorrer e chegar aos mesmos locais por outras vias. Resumo, aos domingos, a ciclofaixa de lazer está sempre cheia, resultando em aglomerações nesses tempos de pandemia.  

Muitos alegam que falta segurança fora da ciclofaixa de lazer. O mapa acima mostra uma pedalada segura, tanto em termos de tráfego quanto em termos patrimoniais. Foi realizada no último domingo pela manhã, usando essencialmente ciclofaixas e alguns pequenos trechos da ciclofaixa de lazer, em especial nas travessias da Av.Agamenon Magalhães. Existem outros pontos seguros de travessia dessa megaavenida que corta o Recife, mas reservo eles para os pedais de outros dias da semana.

Se você está me acompanhando e quer ver mais rotas, pode acessar meu STRAVA  e pedir para ser meu seguidor. Tenho várias rotas como essa, entre 20 e 40 km (minha meta atual!)...Divirta-se!

COMENTEM!

DE OLHO NA BIKE



Click nas imagens e veja as fotos ampliadas no PICASA NA WEB!
Ei, QUER SUA FOTO AQUI TAMBÉM? Se tiver bicicleta nela, vale! Mande com uns 800 pixels de largura maior para CONTATO.RL@GMAIL.COM, com marca d'água, nome, email e/ou telefone. Atualizado todo final de semana.
No aguarde!

Original ROGÉRIO LEITE @ 2010