27 de junho de 2014

COMO MUDAR UMA CIDADE...




Amigos...

Mais um vídeo excelente da Streetfilms mostrando como mudou NOVA YORK ao longo dos últimos anos, se voltando para as pessoas.  Um detalhe importante a observar.  As transformações aconteceram ao longo de 4, 5 até 8 anos, e isso indica que o processo deve ter começado pelo menos uns 5 a 6 anos antes.  O processo deve ter começado a partir de grupos da sociedade civil, como a Bicicletada ou o OcupeEstelita, mostrando um redirecionamento dessa sociedade para uma cidade mais humana, mais vivenciável.  Esse tipo de transformação também ocorreu em outras cidades do mundo, talvez impulsionado por uma sociedade em crise econômica e desemprego.  Ou talvez pelo aumento desenfreado de carros, como no Recife, levando a engarrafamentos impossíveis de se conviver.  Seja pelo motivo que for, pode ser feito.  Basta acreditar, lutar e escolher seus gestores com mais sabedoria.

COMENTEM!!!

4 de junho de 2014

JÁ ERA...

Desde o começo achei que esse projeto não ia dá certo...
basta uma simples conta de quantos eles vão conseguir colocar 
nas estações e nos ônibus, para ver que vai dar m....
Como sempre a PCR e o GOVERNO DO ESTADO "optam" pela solução
menos incômoda (AOS COMERCIANTES, AOS DONOS DE CARROS,
AOS DONOS DAS EMPRESAS DE ÔNIBUS, ETC...), ao invés da MAIS EFICIENTE!


Amigos...

Carrocratas (deprimidos ou AINDA NÃO!), UNI-VOS!  Apesar de ainda não termos visto a cor das tintas na ciclofaixa da Caxangá, os bur(r)ocratas que projetaram a "nova " Caxangá JÁ acabaram com um dos "títulos" de Pernambuco.  Já foi a maior avenida "em linha reta" do mundo!  Agora está cheia de CHICANAS... em cada parada do BRT, tem uma!  Se a m... podia ficar mais mal feita, comeram as calçadas "tentando" compensar os carros!...Quando o lençol é curto, meu pé primeiro!  E como essas pestes não tem coragem de "peitar" o "status quo" carrocrático e dos donos das empresas de busu, só fazendo muita m...


Weeeeelllll, tem uma vantagem (tinha de ter!).  Vai todo mundo trafegar mais devagar, porque com tanta chicana, o tráfego que já era ruim, vai ficar uma desgraça. Da forma que tá, com metade dos carros indo reto, metade fazendo as curvas, a coisa vai feder... porque por enquanto eles só se importaram de pintar a faixa para o BRT para fazer "bonito" na tal Copa!  Aliás, outra merda, porque as "tartarugas" não ISOLAM realmente a faixa para o ônibus e o fluxo 'tá uma doideira para todo mundo! 

Querem um conselho, EVITEM até uns seis meses DEPOIS DE INAUGURADO REALMENTE O BRT... julho ou agosto de 2018... antes disso, vai tá uma desgraça.  Depois disso, vão começar a reformar de novo, então não se anime muito!

COMENTEM...

22 de maio de 2014

E SE...



Amigos...


O vídeo acima mostra um teste de como seria se os motoristas dirigissem seus carrinhos de compra como dirigem seus carros na NORUEGA, onde 70% dos ciclistas já foram agredidos pelos motoristas! SETENTA PORCENTO!

E no Recife, como seria?

COMENTEM!!!

16 de maio de 2014

SERÁ QUE RESOLVERIA?

Fica esquisito, mas protege o pescoço e a cabeça.  Outros modelos, protegem também as costas.

Inflado durante a avalanche ele aumenta o volume do esquiador e o protege do impacto, fazendo com que ele "boie" sobre a neve em movimento!


Amigos...

Ouvindo um podcast sobre avalanches nos EUA, descobri que existe um AIRBAG para esquiadores e outros usuários das montanhas nevadas.  Fiquei curioso e perguntei ao "Pai Google" por uma inspiração.  Rolou dúzias de imagens de um aparato que vai numa mochila nas costas do esquiador e quando a coisa aperta, o esquiador puxa uma cordinha e ele infla, garantindo uma proteção para a coluna, pescoço e cabeça do cabra!  Ele vira uma "bola", aumentando de tamanho, e isso ajuda a diminuir significativamente o número de mortes em avalanches.  É muito usado na Europa já tem algum tempo, mas faz pouco que chegou aos EUA.  O preço beira os U$ 1.000 ainda bem salgado, mas afinal, vida é vida. 

Do jeito que a coisa tá no tráfego do Recife, será que um desses que disparasse automaticamente em caso de batida, não viraria equipamento padrão para as mochilas do pedal?

COMENTEM...

21 de abril de 2014

MUDANDO...

Amigos...

Estive em João Pessoa no feriadão.  Como sempre, uma profusão de superbikes toma a orla todas as manhãs, malhinhas colant, farejando competição na praia!  João Pessoa não tem o perfil plano do Recife, ideal para a bicicleta no dia a dia, mas péssimo para treinos de competição. Lá é justamente o contrário.  A cidade é cheia de ladeiras e algumas estradas são excelentes para o treino de ciclistas de competição.  Isso explica a grande quantidade de lojas e o tanto de ciclistas esportivos.  Uma grande maioria, chega de carro com as bikes no transbike. 
Mas a cidade aspira o uso da bicicleta no dia a dia, hoje já entupido mesmo nos feriadões.  Agora eles tem também a Ciclofaixa de Lazer, indo da praia de Tambaú a Lagoa, no centro da cidade.  Parte do entorno da Lagoa foi fechado ao tráfego, e até picnic vi gente fazendo.  Uma boa opção para os domingos e (acho) feriados!  Ela é uma ciclofaixa unidirecional que ocupa uma faixa em cada via, uma indo, outra voltando.  Bem mais larga que a nossa.  Além do mais, os orientadores não ficam no sol o dia todo, mas protegidos embaixo de um guarda sol e sentados em um banquinho.  Mais humano, creio eu! O que pega, pelo menos para os peso-pesados como eu, é a danada da subida da Epitácio Pessoa.  O MapMyRide me diz que são cerca de 50 metros de desnível, mas parece uma eternidade.

Tinha saido de carro para fotografar dentro de um projeto que estou fazendo. Mas observei que a subida é apreciável. Espero poder faze-la de bike em uma próxima viagem, se descobrir onde alugar uma.  Aqui algumas fotos para compararmos...

COMENTEM!!!

Original ROGÉRIO LEITE @ 2010