15 de agosto de 2009

TRAVE SUA BICICLETA OU ELA JÁ ERA! SEGUNDA PARTE

Amigos...

Continuando com nosso item sobre travas de segurança para bicicletas temos as TRAVAS-D/-U, e ainda os IMOBILIZADORES.

TRAVAS-D ou TRAVAS-U
Consistem de duas partes: o mecanismo de trava e a barra em forma de "D" ou "U", a seu critério. A barra encaixa em dois pontos no mecanismo da trava, prendendo a bicicleta a qualquer poste ou barra de bicicletário. As duas partes precisam ser feitas de aço endurecido e que resita ao corte e a serra pelo maior tempo possível. Estas travas podem ser separadas em dois tipos: as de mecanismo simples e as de mecanismo duplo. No mecanismo simples, a trava só bloqueia uma da pontas da barra-D. A outra fica "escorada" de tal forma que não consegue sair do lugar. Na de mecanismo duplo, a trava bloqueia as duas pontas independentemente com um mecanismo central. As melhores são as de mecanismo duplo que são mais difíceis para serem penetradas, porque ambos os mecanismos precisam ser quebrados para que a barra seja retirada.

Apesar de serem os tipos mais seguros de travas, elas também têm limitações. São sólidas e pesadas, de transporte mais difícil. Algumas têm suportes para serem presas as bicicletas durante sua pedalada, mas estes nem sempre são suficientemente resistentes para suportar o peso da trava. Além disto, não são muito grandes nem permitem muita flexibilidade na hora de prender as bicicletas, como prende-la em um poste de luz, por exemplo. Você também não vai conseguir prender as duas rodas ao mesmo tempo e fixa-la em algum local.


IMOBILIZADORES
Um aparato que ainda não vi em Recife. Pode ser que se encontre pela internet. Os imobilizadores são peças permanentes das bicicletas, encaixadas naquele cantinho apertadinho no quadro, em cima do eixo central. Para travar a bicicleta, você simplesmente encaixa a trava na base presa ao quadro bloqueando o eixo central e os pedais. Impede que as bicicletas sejam levadas pedalando. Mas não impede de serem carregadas nas costas do ladrão. É uma solução boa para "paradinhas rápidas" na padaria, mas não serve para garantir segurança total a sua bicicleta. É muito usada em várias partes da Europa onde a bicicleta é muito mais usada.


As travas são parte necessária do usuário da bicicleta no dia a dia. Existem além delas alguns acessórios que combinam algumas das características de cada tipo, como cabos de extensão para serem usados com a trava-D prendendo as rodas ao conjunto, travas para prender as rodas e selins com sistemas de troca rápida e até travas para freios a disco de motos que podem ser adaptadas para bicicletas.

Nada disto, no entanto, protege de assaltos. Quando uma bicicleta é tomada de assalto, tudo que você pode fazer é render-se aos ladrões e ficar a pé! Se ficar com vida, melhor! Citei em post anterior que as bicicletas não são facilmente identificáveis, caso sejam roubadas. No exterior, já existem sistemas de marcação de segurança que mesmo não impedindo o assalto, vai ajudar na identificação da bicicleta tornamdo-a mais difícil de ser revendida. E a marcação também ajuda a inibir o roubo e o furto, porque vai ser de mais difícil revenda. Além disto, também no exterior, já existem dispositivos de marcação eletrônica que podem ser usadas pela polícia para tentar reaver bicicletas roubadas ou furtadas. Novamente, sendo identificada como uma bicicleta com este dispositivo, torna-se menos atrativa para os ladrões (Mais detalhes sobre estes dispositivos está na coluna lateral, no IN-DIS-PEN-SÁ-VEL).

Concluindo, a maior parte dos ladrões são oportunistas. Siga então estas dicas importantes:
  • Não importa quanto tempo você vai ficar longe da sua bicicleta, trave-a. Mesmo que você não tire o olho dela, lembre-se que alguém pedalando anda mais rápido que você correndo.
  • Trave-a sempre em um local fixo, sólido e imóvel.
  • Prefira deixa-la em local público e cheio de gente, onde um ladrão terá menos oportunidade de "trabalhar" sem ser notado.
  • Se existe outras bicicletas paradas proximas a sua, pare perto da que tiver segurança inferior a sua. O ladrão prefere o mais fácil.
  • Tenha travas adequadas para cada situação onde você deixa sua bicicleta.
  • Não seja "pirangueiro". A polícia sugere que vc gaste pelo menos 10% do valor da bicicleta na sua trava de segurança.]
  • Fique atento para não comprar uma trava que parece resistente, porém é muito barata. É o barato que sai caro. Algumas destas podem ser quebradas com uma pedra ou martelo!
COMENTEM!!!

Adaptado do conteúdo original: Bicycle Locks - Lock it or lose it!

4 comentários:

  1. Onde consigo uma trava em u em recife ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já vi até no Atacadão da Torre. Mas o problema é a tal da QUALIDADE... Creio que se você procurar nas lojas boas, tipo Aquashop, Bike Norte, etc, vc encontra algumas opções. Vc também pode pedir pela internet, tem boas lojas. Procure por U-LOCK também que você amplia suas possibilidades. Em tempo, a U-LOCK fica ainda melhor se vc combina-la com uma boa trava de cabo. Eu uso apenas uma ONGUARD ROTWELLER, mas sou muito cauteloso onde deixo a bicicleta, prefiro em algum bicicletário com fiscalização. Se eu deixasse na rua, teria uma U-LOCK.

      Excluir
  2. Onde consigo uma trava em u em recife ?

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

OPS... Este espaço é seu, respondo a todos os pitacos que vocês enviarem, mas não modero, portanto, seja objetivo e mantenha o nível!!

DE OLHO NA BIKE



Click nas imagens e veja as fotos ampliadas no PICASA NA WEB!
Ei, QUER SUA FOTO AQUI TAMBÉM? Se tiver bicicleta nela, vale! Mande com uns 800 pixels de largura maior para CONTATO.RL@GMAIL.COM, com marca d'água, nome, email e/ou telefone. Atualizado todo final de semana.
No aguarde!

Original ROGÉRIO LEITE @ 2010